D3.02 - Lorena "Mutantes"


Carro do Sérgio Dias - "Mutantes"

Comentário de Sérgio Dias (abril/2007)

"Quem tinha o Lorena era eu e não o Arnaldo. Eu comprei o Lorena que representava a fábrica em Interlagos, completamente bravo e preparado.

No momento tenho um Mustang 1995 mas sinto muitas saudades do meu sim. Pena é não termos as fotografias."

 

Comentário de Og Decanini - "blog do saloma"

"Só me resta dizer que um dos Lorena mais bonitos, de rua, era um dos pintados para um dos Mutantes, não sei se do Arnaldo ou do Sérgio, que moravam na  Pompéia. O Lorena "Lee" era tal qual um jeans desbotado azul em cima até o branco em baixo em degradê, com um %!@$&# jogo de rodas e acreditem, tinha também duas pequenas tomadas de ar no teto para ventilar."

 

Pingo153 disse...

Gostaria de relatar que morava muito próximo do galpão onde eram fabricados os Lorena GT e realmente o prédio ainda está no mesmo local Rua Miranda de Azevedo. O bairro é Vila Anglo Brasileira mas a rua, na sua maior extensão, se encontra na Vila Pompéia. Uma lembrança que eu tenho e não esqueço era o Lorena azul de propriedade do Sérgio Dias Batista um dos integrantes do grupo de rock "Os Mutantes", que moravam e ensaiavam na Rua Venâncio Ayres, também na Pompéia. O guitarrista Sergio Dias desfilava pelo bairro todo dia com sua nova aquisição junto com sua belíssima namorada Vania. A Lorena dele tinha duas entradas de ar no teto. Já o seu irmão Arnaldo Batista não deixou por menos, comprou um Corvette 1958 com rodas tala 10 na traseira e voava com ele na recente Av. 23 de maio e na Av. Sumaré inaugurada em 1971. É isso aí ! Rock'n'roll e carros rápidos sempre estiveram associados.

http://portalmaxicar.blogspot.com.br/2013/12/um-puma-dkw-zerinho.html
23 de março de 2016 21:04

 

 

Nota do site: - Existem comentários de que este carro ficou abandonado em uma rua em São Paulo, e teria sido recolhido pela Prefeitura.

Outra possibilidade é que o carro do Sérgio Dias seja o "Carro 3-01".

Na verdade o carro do Sérgio Dias teve DUAS carrocerias. O  carro sofreu um acidente no Rio de Janeiro e foi levado para a fábrica do Lorena em São Paulo, encima de um caminhão, aos pedaços. Não valia a pena o conserto, então a carroceria foi substituída.


Livro "A divina comédia dos Mutantes", Carlos Calado - 1995

Foto: Livro "A divina comédia dos Mutantes", Carlos Calado - páginas 210 e 211

Página: 200                                                                                                                                Páginas: 210 e 211

Livro "A divina comédia dos Mutantes", Carlos Calado - 1995

 Comentário de Cláudio Cesar Dias Baptista (abril/2008) (irmão do Sérgio Dias)

"A informação que tenho sobre o carro Lorena que foi de meu irmão, é que fui eu quem o pintou e que o levou para o Sérgio desde São Paulo até o Rio de Janeiro, assim que a pintura ficou pronta."

 

 

CIP - Brasil - Catalogação-na-Fonte
C143d
Calado, Carlos, 1956-
A divina comédia dos Mutantes
Carlos Calado. - São Paulo: ED. 34, 1995.
360p. (Coleção Todos os Cantos)

 

Copyright Editora 34 Ltda., 1995
1a Edição - 1995

2a Edição - 1996

1a Reimpressão - 2006

ISBN 85-7326-009-2
Inclui bibliografia e discografia.
1. Mutantes (grupo de rock).
2. Grupos de rock - Brasil.
I. Título. II. Série
CDD - 784-5400981


Trecho de "clip" onde aparece o Lorena-GT

 

Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=kMF0VBwDMHA

 

 

 

 

Download do trecho do vídeo com as imagens acima (.avi)

(click para o filme - formato .avi - 27.717 Kb)

 

Vídeo completo no site http://www.portacurtas.com.br

                                   em http://portacurtas.org.br/filme/?name=os_mutantes

Vídeo:......
Gênero:...
Diretor:....
Ano:........
Duração:
Bitola:.....
País:....... 

Os Mutantes 
Ficção
Antonio Carlos da Fontoura
1970
7 minutos
35mm
Brasil

Ficha Técnica

Produção:...
Fotografia:..
Câmera:.....
Montagem:.
Co-direção:

 

 

Canto Claro
Renato Neuman
Renato Neuman
Renato Neuman
Antonio Calmon

Uma brincadeira mutante improvisada por Arnaldo Dias, Sérgio Batista e Rita Lee, Os Mutantes, num dia único pelas ruas de São Paulo. A melhor banda de rock brasileiro de todos os tempos no auge da loucura, da lucidez e da beleza. Um registro histórico em plenos anos 70, imperdível!


Pesquisa: André Lemes (agradecimentos ao André pela localização deste filme)


Revista "O Cruzeiro", 05/maio/1970, páginas 110 e 111

"Mutantes"

 


* * *